Um mundo onde as cores sumiram e um mago desaparecido pode ser a chave por trás desse problema… no melhor estilo pixel art, com a paleta de cores principal em escala de cinza, Möira é um game que promete matar a sua saudade dos action platformers clássicos de Game Boy.

Atualmente, o que não faltam são indie games seguindo um estilo retrô. Isso em grande parte se deve à facilidade relativa de criar jogos em pixel art, se comparado aos desafios de trabalhar com gráficos 3D realistas com o baixo orçamento ao qual os estúdios independentes brasileiros estão sujeitos.

De fato, esse é também o caso do Onagro Studios, uma empresa brasileira fundada em 2013 que conta com alguns games no portfólio e fez uma campanha de sucesso no Kickstarter para poder desenvolver Möira.

Möira, o indie game inspirado nos clássicos de Game Boy!

Para muitos, essa tendência parece preguiçosa. Mas Möira mostra como é possível integrar essa escolha de estilo não só às mecânicas do jogo, que via de regra devem reproduzir tudo o que deu certo nos games antigos e ainda é aplicável hoje atualmente, mas também à história.

Em Möira, você enfrenta um misterioso vilão que deseja controlar as propriedades das cores para seus próprios fins maléficos. E, por isso, apesar do game ter momentos coloridos, com tons vibrantes que saltam aos olhos e seriam impossíveis para Game Boy, o jogador se vê a maior parte do tempo em um mundo desprovido de cor.

Um recurso interessante para complementar essa escolha estilística são as diferentes opções de paletas de cores que estão à disposição do jogador. Uma ideia atenciosa, que une os benefícios da modernidade à nostalgia deliciosa dos games retrô.

Möira, o indie game inspirado nos clássicos de Game Boy!

As principais referências do Onagro Studios ao desenvolver Möira foram títulos como Mega Man, Wonder Boy e Kirby’s Dream Land. Se você cresceu com os títulos de Game Boy, e até mesmo platformers para Nintendo ou Super Nintendo, as influências são nítidas. Por exemplo, o mapa dos reinos de Möira são no exato estilo que víamos em Super Mario ou Pokémon.

História e Jogabilidade de Möira

A história deste game se passa no mundo de Möira, cenário inspirado na Grécia Antiga, onde se encontram os reinos de Anemos, Photia, Hydra, Geh e Dynamis. Cada reino mágico tem um elemento diferente: magia branca, natureza, água, magia negra e o desconhecido, respectivamente.

Möira, o indie game inspirado nos clássicos de Game Boy!

O jogador controla Rubick, um aprendiz de feiticeiro não tão talentoso que sai em busca de seu mestre perdido, o grande mago Zeppeli. A única magia conhecida por Rubick é a imitação, a qual ele domina completamente, sendo capaz de copiar qualquer coisa ou habilidade.

A cada nova cópia que você faz, uma habilidade é adquirida… E é aí que entra um dos destaques da jogabilidade de Rubick. Além do aprendizado constante, expandindo as habilidades do jogador, você pode combinar habilidades, criando poderes únicos que serão necessários para passar de fase.

Por exemplo, você pode copiar a espada de um inimigo e, em seguida, combinar essa habilidade com o seu raio. O resultado são espadas mágicas que são lançadas em direção ao inimigo, e podem ser fincadas em paredes altas para ajudar você a escalar.

A ordem dos fatores também é importante na hora de criar novas habilidades. Caso você mude a ordem da combinação, o resultado será diferente. Por exemplo, Espada + Raio forma espadas voadoras. Enquanto isso, Raio + Espada cria um bumerangue.

Essa mecânica junto aos diversos puzzles que se encontram ao longo do jogo fazem de Möira um game muito divertido, que promete ir muito além da nostalgia. Combinado à arte e trilha sonora adoráveis, só podemos parabenizar o Onagro Studios.

Uma demonstração gratuita de Möira está disponível na Steam no momento, e a pré-venda pode ser adquirida no site oficial.

Confira o trailer oficial de Möira:

Written by: Escritor MaxRender

Revista Brasileira de Computação Gráfica com foco nos melhores projetos nacionais e eventos.

Sem comentários ainda

Leave Your Reply

MAXRender

A MaxRender foi fundada em 2012 em parceria com a Ramos3D Studio com objetivo de cobrir a interseção entre computação gráfica, arte e cultura.

A nossa missão é valorizar e incentivar os projetos de excelência que são realizados em território nacional bem como seus criadores.

Tweets

Horizon Chase, acelere na nostalgia neste fascinante jogo de corrida @Horizon_Chase https://t.co/brCVto0m51 via @maxrender_CG
Galaxy of Pen & Paper, um RPG de mesa digital! https://t.co/NjalGHRdzk via @maxrender_CG
Conheça Starlit Archery Club, o spin-off de Starlit Adventures! https://t.co/zgYNvscp83 via @maxrender_CG