Esquadrão 51, o jogo de nave indicado para Melhor Arte no BIG 2017

Antes de falar qualquer coisa sobre Esquadrão 51, você precisa ver o trailer surpreendente desse game!

Desenvolvido pelos brasileiros Márcio Rosa, Felipe Iesbick, Renan Franzen e Kiko Ferraz Studios, Esquadrão 51 promete fazer história no gênero shoot ‘em up com gráficos extremamente fiéis à estética dos anos 50 e uma jogabilidade que faz jus às imagens.

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=IXGwcAUsBuQ[/embedyt]

O game Esquadrão 51 se passa na Terra dos anos 50, quando alienígenas entram em contato com os terráqueos. A Corporação Vega, comandada pelo alien Diretor Zarog, a princípio estabelece uma relação de mútuo-benefício com os terráqueos, prometendo desenvolvimento…

Mas, essa paz não durou muito tempo. Os alienígenas estabeleceram um domínio abusivo sobre os terráqueos, explorando violentamente a população e os recursos terrestres.

Esquadrão 51, o jogo de nave indicado para Melhor Arte no BIG 2017

A única salvação para os terráqueos é o Esquadrão 51, uma força organizada de resistência, que é anunciada nos jornais como um grupo terrorista que ameaça a sociedade.

Apesar de ser um jogo de nave, gênero que em geral não tem narrativas muito amplas, Esquadrão 51 investiu fortemente na história. Além das cutscenes envolventes, o game mantém a narrativa durante os combates através de mensagens de rádio enviadas pelos membros da resistência.

Uma característica interessante de Esquadrão 51 é a escolha narrativa, que coloca os alienígenas em uma posição de poder abusiva que pode ser lida como metáfora para vários eventos da história humana, de acordo com a perspectiva do jogador.

Esquadrão 51, o jogo de nave indicado para Melhor Arte no BIG 2017

É possível notar também uma forte influência da estética cinematográfica da década de 50. Filmes como Plano 9, O Monstro do Mar, Vampiro de Almas, Gozilla e Cidadão Kane foram citados como inspirações para o desenvolvimento do jogo, que, inclusive é todo em preto e branco.

A arte do jogo é impressionante. A equipe utilizou tecnologia de ponta para criar um avião modelo Republic P-47 Thunderbolt, modelo de caça-bombardeio muito utilizado durante a II Guerra Mundial, e discos voadores com designs clássicos, porém muito variados.

Esquadrão 51, o jogo de nave indicado para Melhor Arte no BIG 2017

A qualidade dos gráficos é tão alta que, apesar do jogo ser 100% digital, causa a impressão de que o jogo foi produzido utilizando maquetes de naves penduradas por cordas, mesmo método utilizado nos filmes clássicos da franquia Star Wars. Até mesmo a movimentação do avião lembra um pêndulo, de modo que a estética influencia a jogabilidade.

A trilha sonora também não fica atrás. Com forte presença de metais, as músicas são marcantes e totalmente condizente com o efeito desejado.

Esquadrão 51 está em produção há cerca de 1 ano e tem lançamento previsto para 2018 na Steam. O game já estava disponível para teste no BIG Festival 2017, onde foi indicado para as categorias Melhor Jogo Brasileiro e Melhor Arte.

Written by: Escritor MaxRender

Revista Brasileira de Computação Gráfica com foco nos melhores projetos nacionais e eventos.

No comments yet.

Leave Your Reply

MAXRender

A MaxRender foi fundada em 2012 em parceria com a Ramos3D Studio com objetivo de cobrir a interseção entre computação gráfica, artes e cultura.

Sua missão é valorizar e incentivar os projetos de excelência que são realizados em território nacional bem como seus criadores.

Tweets

A 4ª Edição da Revista Maxrender já está disponível para download. Garanta já a sua DOWNLOAD:… https://t.co/oDAfJJFpsJ
Tcheco in the Castle of Lucio https://t.co/rT0kpjNYSt
Perca-se em Labyrinx, o novo board game da Red Nerds! https://t.co/yKThDfN3gr https://t.co/lC5NNP6A2M