Artigo

Artigos

Artigos

Brazilian Computer Graphics Magazine 2017

De que forma a pandemia impactou no mundo dos games e tecnologias?

08-02-2021

O impacto global da pandemia de Covid-19 atingiu inúmeras pessoas com uma nova realidade que envolvia o isolamento, a limitação na comunicação com os amigos, as poucas oportunidades de lazer e as taxas de ansiedade e estresse aumentando consideravelmente.

Em meio ao temor do que poderia acontecer e a ociosidade instaurada pelo tédio de viver dias iguais a todo instante, pessoas de quase todas as idades começaram a passar mais tempo online do que antes faziam – seja para trabalhar, fazer compras, conectar-se com seus entes queridos e, claro, para jogar.

Assim, o mercado de videogames sofreu um impacto significativo, demonstrando que, apesar de todos os setores penarem com a situação de alguma maneira, os bons ventos poderiam estar soprando para os ramos de entretenimento digital.

Isso porque, à medida que o mundo se fechava, os jogos cresceram gradativamente, levando os indivíduos a procurarem novas formas de se ocuparem quando não poderiam se aventurar fora.

Ficou curioso para saber mais a respeito e desvendar os benefícios que o coronavírus trouxe para o ramo? Acompanhe a leitura e surpreenda-se com um lado até então não apresentado ao público.

Um aumento considerável nas pesquisas por games

Um dos sinais mais imediatos do impacto causado pela pandemia depois que ela começou a transformar o mundo foi a maneira como o entretenimento físico foi afetado. Sem oportunidades de sair às ruas para se distrair e, de fato, vivenciar experiências, as pessoas passaram a recorrer à indústria dos jogos.

Como resultado, uma pesquisa realizada pela Game Industry apontou que 84% das empresas de games experimentaram uma sobrecarga em suas infraestruturas de TI de março a junho deste ano, durante o pico das medidas de quarentena.

Este aumento de utilização, inclusive, chegou a variar tanto de 51% para 100% quanto de 101% para 200% – apontando que os jogadores duplicaram seu tempo dedicado a esta tarefa. Isso se deu, especialmente, porque muitos jogos simulam vivências reais, como os games de dança, de esportes e os que contam com controles que acompanham o comportamento do jogador.

Dessa maneira, se tornou possível curtir a coreografia da sua música preferida com os amigos à distância, jogar uma partida de vôlei sem pisar na areia, sair para correr enquanto ainda estava na sala de casa e, mesmo que com suas privações, experimentar o que seria a vida lá fora.

Inclusive, o próprio game de computador The Sims teve um interessante aumento de adeptos durante este período. De acordo com o CNBC, o jogo de simulação da vida real se tornou uma fuga do caos, transformando-se em uma oportunidade de recriar os hábitos e recuperar o que foi perdido.

Tempos obscuros dão origem a um novo start

O impacto global da Covid-19 foi, sem dúvida, negativo. Não apenas nas vidas privadas de cada indivíduo, mas também devido aos danos econômicos que isso causou. Contudo, quando se pensa na indústria de jogos, o futuro parece bastante brilhante.

Conforme já mencionado acima, houve um aumento muito acentuado dos negócios deste segmento em um curto prazo, permitindo a oportunidade de aumentar a receita para níveis mais elevados do que antes e, acima de tudo, de investir em novos segmentos e criar.

Ainda de acordo com a pesquisa citada anteriormente, a tendência de migração para o lazer e entretenimento online irá continuar mesmo após o aparecimento do coronavírus e a pandemia atuou como um catalisador para esse processo. Assim, atentas a este fator, 78% das marcas afirmaram que estão planejando entrar em novos mercados, atingindo novos países ou regiões, especialmente a América Latina.

Dessa maneira, por mais que muitos eventos comerciais e exposições tenham sido cancelados ou adiados, é inegável o lucro obtido e, acima de tudo, o impacto que isso pode trazer para um futuro bem próximo.

Afinal, as vendas de videogames aumentaram drasticamente e apenas o NPD Group teve uma crescente de 34% no primeiro mês da pandemia, quando comparado a março do ano anterior. Rapidamente, nos primeiros seis meses, a companhia atingiu mais de US$ 6,6 bilhões em lucro – o maior desde 2010.

Dá para imaginar o quanto tudo isso pode se reverter em criação e novidades? Nós estamos ansiosos para conferir!

Saiba mais

Gostou dessa informação? Compartilhe com amigos apaixonados pelo universo gamer e aproveite também para acessar o nosso site e baixar outras edições da revista

Seja avisado quando a nova edição for lançada