Artigo

Artigos

Artigos

Brazilian Computer Graphics Magazine 2017

Plasma Puncher: Acabe com as doenças na base da porrada!

19-02-2018

Quem nunca teve uma gripe daquelas e sentiu que seu corpo simplesmente não estava dando conta? Foi em um momento desses que surgiu a inspiração para Plasma Puncher, indie game beat ‘em up do estúdio brasileiro TomatoTrap, desenvolvido por Éder Cardoso e Fred Lima. Se você lembra alguma coisa das suas aulas de biologia, sabe que o sistema imunológico do corpo humano conta com células brancas que metem a porrada nos micróbrios invasores que chegam para causar doenças... ou quase isso. E é exatamente essa a proposta de Plasma Puncher. Neste indie game, você controla uma célula branca (com dreads muito estilosos) em meio à invasão de uma horda de vírus e amebas em cima de um micróbio gigante. Quando todo o exército de células brancas é derrotado e sobra apenas a nossa célula-herói, não tem jeito, é hora de cair dentro e acabar com essa invasão na base da pancadaria! plasma-puncher-acabe-com-as-doencas-na-base-da-porrada O objetivo de Plasma Puncher é destruir o micróbio gigante que está causando todo esse estrago, mas isso não será uma tarefa fácil. Antes de conseguir causar qualquer dano ao micróbio-mãe, você precisará derrotar hordas de micróbios menores de todos os tipos, subindo de nível até ter energia o suficiente para chegar ao verdadeiro mestre. Todo o gameplay de Plasma Puncher ocorre em apenas um cenário: a superfície esférica do micróbio gigante. Sua única opção é andar para a esquerda e para a direita e pular quando conveniente. Em vez de apostar em mudanças de cenário, toda a evolução do gameplay é voltada para os upgrades do protagonista e a aparição de novas ondas de inimigos para você derrotar. plasma-puncher-acabe-com-as-doencas-na-base-da-porrada Ao contrário do que pode parecer a princípio, apenas sair metendo a porrada nos micróbios não é o suficiente para zerar Plasma Puncher. Você precisa dominar o comportamento dos seus inimigos para planejar os movimentos de forma estratégica. E, quando você pensar que está aprendendo, ondas ainda maiores de micróbios aparecerão (e eles estarão cada vez mais bem equipados). Está parecendo difícil demais? Ou fácil? Calma, a galera do TomatoTrap pensou em tudo. Plasma Puncher conta com três níveis de dificuldade diferentes: Time Trial, Hardcore e Conquistas. Dessa forma, o game se adapta direitinho para cada tipo de jogador. plasma-puncher-acabe-com-as-doencas-na-base-da-porrada Para facilitar sua vida e tornar o gameplay justo, após cada onda de inimigos você terá acesso a um checkpoint. E, seguindo um esquema bem clássico, os micróbios derrotados deixarão cair moedinhas que você poderá usar para comprar seus upgrades, que variam desde novos poderes de ataque a itens de cura. Um dos pontos de destaque de Plasma Puncher são os seus controles. Simples, fluidos e intuitivos, eles colaboram para que as mecânicas deste beat ‘em up sejam certeiras. E foi exatamente esta a intenção do TomatoTrap, se concentrar por completo nas mecânicas e ações dos inimigos para criar um game com jogabilidade dinâmica e fluída. E quer saber? Deu certo. Lançado dia 11 de maio de 2017, Plasma Puncher está disponível na Steam.

Confira o trailer oficial de Plasma Puncher:

Seja avisado quando a nova edição for lançada